Home - Polícia - Suspeito de assassinar mulher gravou áudio confessando crime: ‘Matei com...

Suspeito de assassinar mulher gravou áudio confessando crime: ‘Matei com gosto’

12 de maio de 2022

Áudios foram cedidos pelo pai do rapaz e companheiro da vítima à RPC. Jovem foi preso horas depois do crime, que aconteceu na madrugada desta quinta-feira (12)

Suspeito de assassinar mulher gravou áudio confessando crime: ‘Matei com gosto’Neide Aparecida Baliveira foi morta pelo enteado em casa – Foto: Reprodução

O suspeito de ter assassinado a companheira do pai dele a facadas, em Maringá, no norte do Paraná, enviou um áudio para um familiar dizendo que tinha matado a mulher "com gosto". Os áudios foram cedidos pelo pai do rapaz à RPC.

O crime aconteceu no fim da madrugada desta quinta-feira (12). Neide Aparecida Baliveira tinha 44 anos e foi morta em casa. Testemunhas disseram que a filha dela, de 10 anos, estava na residência no momento do crime.

Na gravação, o suspeito, de 24 anos, fala sobre uma discussão que houve entre a vítima e a avó dele, a qual ele chama de mãe.

"Ela falou assim: 'morri, morri'. Eu falei: 'morreu o c..., rapaz. Você vai pagar o que você xingou a minha mãe' [...] Matei mesmo, matei com gosto. Matei mesmo. Toma, toma facada para acordar para a vida [sic]", disse.

Mais cedo, a Polícia Militar já havia informado que a discussão entre a mulher e avó do rapaz teriam motivado o crime.

Em outra gravação, o pai do rapaz e companheiro da vítima enviou um áudio para ele, dizendo que não o perdoava. O homem diz para o filho que iria procurá-lo para que ele fosse preso.

"Vai apodrecer na cadeia se 'nego' não te matar. Isso que você fez aqui, tirar a vida de uma pessoa, isso não existe [...] Eu não te perdoo, nunca mais vou te perdoar. O que você fez não tem perdão, cara. Tô indo aí te buscar", diz.

O pai do suspeito e a vítima estavam juntos há sete anos.

O caso

O crime aconteceu no Conjunto Madri, na Zona Sul de Maringá. À polícia, o pai do rapaz disse que recebeu uma ligação da companheira, afirmando que alguém estava tentando entrar na casa.

Ao voltar para casa, o homem disse que se deparou com o filho dele correndo. Em seguida, encontrou a namorada morta com golpes de faca.

A polícia foi chamada e, horas depois, o suspeito do crime foi preso. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

Neide Aparecida Baliveira deixa três filhos. A filha que estava com ela no momento do crime se escondeu de baixo de uma cama, no quarto da casa. Os outros filhos não estavam no local.

Suspeito de assassinar mulher gravou áudio confessando crime: ‘Matei com gosto’Crime aconteceu em Maringá, no norte do Paraná – Foto: Rodrigo Grando/RPC

Valedoitaúnas (g1)



banner
banner
banner