Home - Cultura - Por que algumas músicas não saem da cabeça: a ciência...

Por que algumas músicas não saem da cabeça: a ciência explica

13 de fevereiro de 2020

Os psicólogos têm trabalhado para tentar entender este fenômeno e parecem ter chegado a uma conclusão

Por que algumas músicas não saem da cabeça: a ciência explica Foto: Divulgação

Há músicas cativantes que encontram uma maneira de se alojar na nossa cabeça, chamadas de músicas chicletes. 

Elas surgem aparentemente do nada, se instalam na mente com apenas alguns acordes e, mesmo após uma única audição, você não consegue tirá-las da cabeça por um bom tempo: as músicas chiclete são um verdadeiro fenômeno que, de tão surpreendente, tiveram seus efeitos analisados pela ciência.

Os psicólogos têm trabalhado para tentar entender este fenômeno e, agora, a psicóloga musical Kelly Jakubowski descobriu que existem três características principais que fazem com que uma música não nos saia da cabeça: ser otimista, ter uma melodia familiar e um cativante e único intervalo padrão.

Estas três características estão presentes na maioria dos ‘hits’ de rádio, o que significa que músicas populares às quais somos expostos várias vezes têm grande probabilidade de se alojarem na nossa mente.

E o que fazemos quando isso acontece? Ficamos com a música pelo menos um dia inteiro na cabeça e, mesmo sem perceber, estamos cantarolando a canção.

Valedoitaunas

 



banner
banner