Home - Agricultura - Cultivo de cacau e produção de chocolate pelas mesmas mãos...

Cultivo de cacau e produção de chocolate pelas mesmas mãos

03 de outubro de 2020

Cultivo de cacau e produção de chocolate pelas mesmas mãosFoto: Divulgação

O cacau é cultivado pela família Bissoli há mais de 15 anos na propriedade localizada no Córrego Serrinha, em São Gabriel da Palha. Há dois anos, o fruto tem sido transformado em chocolate pelas mesmas mãos que o plantam. A experiência de grande destaque foi apresentada na abertura da 2ª edição do HorizontES em Extensão com o tema “Agregação de valor e mercados especiais”.

A produção pioneira na propriedade foi o café, mas o desejo em diversificação levou à plantação do cacau. O casal de produtores rurais Cleomir Bissoli e Adelma Grigoleto Bissoli se reinventaram novamente com a criação da agroindústria de Chocolates Faccinio, a primeira fábrica de chocolate de São Gabriel da Palha. “Hoje nós temos mil pés de cacau que produzem 40 sacas e boa parte é destinada para produção de chocolate de melhor qualidade para aumentar a renda da nossa família”, disse Cleomir Bissoli.

O filho do casal e técnico agrícola William Grigoleto Bissoli destacou que a propriedade começou como um sonho para toda a família, desde a diversificação das culturas, até a construção da fábrica de chocolate. A atividade que exige cuidados detalhados e muitas técnicas, levou a família a buscar o auxílio do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper).

“Buscamos ajuda do Incaper de São Gabriel e Nova Venécia e também conhecimento na internet fazendo pesquisas e cursos para aprender como fazer o chocolate. Como técnico agrícola vi nisso uma oportunidade para meu futuro”, completou esperançoso. 

O projeto para construção da fábrica foi realizado pela extensionista do Incaper, Jozyellen Nunes, do Escritório Local de Desenvolvimento Rural (ELDR) de Nova Venécia, como afirmou a produtora Adelma Bissoli. “A produção de chocolate tem muitos detalhes, inclusive o de boas práticas, e, para colocar isso em prática, a gente buscou ajuda com a Jozy [Incaper] de Nova Venécia. Ela colaborou fazendo o projeto para construção e também com o curso de boas práticas, que tornou ainda mais possível, junto à vigilância sanitária, a regularização da nossa fábrica”, destacou.

O auxílio técnico sobre o manejo da cultura do cacau, adubação e controle de pragas e doenças é realizado pelo técnico extensionista do Incaper, Célio Roberto Cuquetto, do ELDR de São Gabriel da Palha. “Mesmo diante desta situação que estamos vivendo, o Incaper vem atuando de forma remota, dentro das condições que podemos orientar a propriedade. Estamos sempre buscando e visando a sustentabilidade, focando na valorização da agricultura familiar. Em nome do escritório local de São Gabriel da Palha agradecemos por estarmos juntos desenvolvendo esse trabalho com essa família”, salientou.

Chocolates Faccinio é Bean to bar

Em tradução literal para o português, “From bean to bar” significa “Da amêndoa à barra”. O chocolate Bean to bar tem como característica a produção em que um único fabricante participa de todas as etapas da criação do chocolate, do cacau até as barras finais. É o caso dos Chocolates Faccinio, produzidos pela família Bissoli. Atualmente a marca conta com cinco linhas de chocolates, sendo elas: 80%, 70%, 60% e 40% de cacau além do chocolate branco ao leite.

A extensionista do Incaper, Jozyellen Nunes, afirma que os poucos ingredientes selecionados para a fabricação do chocolate, sendo o cacau o principal, é o que confere grande sabor ao produto. “Não é porque eu ajudei na construção desse projeto, mas o chocolate é muito bom”, ressaltou.

Horizontes em Extensão

O HorizontES em Extensão foi lançado pelo Incaper no ano de 2019 visando à troca de conhecimento e capacitação em processos de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater). O projeto apresenta 11 experiências com relevância para o desenvolvimento rural do Espírito Santo, selecionadas pelos Centros Regionais de Desenvolvimento Rural (CRDRs).

Outro grande objetivo é o reconhecimento e valorização do trabalho realizado pelos extensionistas, técnicos e pesquisadores do Incaper, que tem grande importância no desenvolvimento das ações de sucesso junto aos agricultores.

Neste ano, devido à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o evento será on-line, com transmissão pelo canal do Incaper no YouTube ao longo dos meses de outubro e novembro. Confira o vídeo da experiência da família Bissoli e se inscreva no canal para acompanhar as próximas transmissões.

Valedoitaúna



banner
banner